terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Capixabas colhem o que plantaram, em breve será o país inteiro

Sendo exemplar, os outros vão seguir, não? 
Francisco Costa 
Em Vitória, a vitória 

Por mais que a mídia esconda, o Espírito Santo, principalmente a capital, Vitória, está sendo a amostra grátis do que significou a quebra das regras do jogo democrático, com a deposição de Dilma Rousseff.

As polícias civil e militar estão em greve, de maneira radical, as facções criminosas estão trocando tiros a qualquer hora do dia, nas principais ruas da cidade, e o comércio está sendo saqueado.

O governador do estado é do PMDB, partido de Temer, Romero Jucá, Moreira Franco, Renan Calheiros, Índio (presidente do senado), Eduardo Cunha, Sérgio Cabral...

O vice governador é do PSDB, de José Serra, Aécio Neves, Geraldo Alckmin, Aloysio Nunes, Alexandre de Moraes, FHC, Anastasia, Beto Richa...

Dos três senadores pelo estado, um, Magno Malta, é de um partido nanico, evangélico, da base aliada de Temer.

O segundo é do PMDB, de notáveis já citados, e o terceiro é do PSDB, de também já citados.

Como se vê, a situação nada tem a ver com incompetência ou corrupção da esquerda.

Ontem perdi o sono e assisti a diversos vídeos do que está acontecendo por lá, lembrando vídeos feitos nas ruas do Oriente Médio, durante bombardeios, mas um me chamou a atenção, o do saque à loja da Ricardo Eletro.

Primeiro chegaram os pobretões, facilmente identificáveis pelas roupas que trajavam. Arrombaram as portas e carregaram os objetos mais leves e de pequeno porte: celulares, notebooks, ventiladores, liquidificadores, processadores de alimentos, ferramentas elétricas...

Logo, os carros que vinham passando, desde carros populares a carrões, começaram a parar, com os seus motoristas e passageiros descendo, para também saquear, agora objetos maiores e mais pesados, carregados por grupos de pessoas e capazes de caberem nos carros: tevês grandes, equipamentos de som, aparelhos de ar condicionado...

E por fim chegaram os utilitários e caminhões, levando grupos de estofados, dormitórios, geladeiras, fogões... Caminhões e utilitários que não são de pobres e que pobres não têm como pagar os fretes.

Foi a classe média, a das camisas da CBF, patinhos e abadás, agindo.

E aí cabe algumas perguntas: porque o presidente da república, do mesmo partido do governador do ES, não faz um aporte de emergência, de maneira que o governo do estado pague aos policiais e acabe com a greve? Porque não desloca para lá as forças da segurança nacional? Porque não determina a intervenção do Exército?

E chegamos ao ministro da justiça: porque, sendo chefe da polícia federal, não a mobiliza, excepcionalmente, para contornar as situações mais graves, ainda que agindo pontualmente?

Que interesses se escondem por trás? Fomentar o ódio e a divisão entre brasileiros? Esperar que isso se generalize, para justificar um golpe no golpe, fechando o regime e nos metendo numa ditadura? Dar espaço para que uma facção criminosa extermine a outra e assuma o comando da criminalidade no estado?

Vitória, hoje, é uma amostra grátis do que se aproxima e vai se generalizar, em todo o país.

A política de desemprego continua, com a Petrobras suspendendo a encomenda de navios em nossos estaleiros e encomendando na China.

A escravização está chegando, com a aposentadoria acima dos setenta anos, salários e investimentos públicos congelados, gerando mais desemprego, nos empurrando para o país inteiro logo se tornar uma grande Vitória.

E a pergunta final: quem vencerá, os fascistas ativos, que estão nas ruas depredando, saqueando, trocando tiros, e os fascistas passivos, omissos, em seus gabinetes, ou os que estão encarcerados em suas casas, sem trabalhar, sem mandar os filhos para a escola, sabendo que a tendência é piorar?

Seja qual for o vencedor, infelizmente vai custar sangue.


Na foto, a passeata dos robôs da Fiesp-Globo-PCC-CIA, a ponte para o futuro, em Vitória, no plantio do que estão colhendo agora.

31 comentários :

  1. Entendi. O problema foi o impedimento, rs... ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em um Regime presidencialista, o Presidente esta nas mãos do congresso. Vê se aprende um pouco de como funciona as instituições. Só veja e globo não serve para se informar.

      Excluir
    2. Não, o problema foi o golpe. Impedimento procedente é legal e previsto na constituição, como o de Collor.

      Excluir
    3. ... e como o da Dilma :-)

      Excluir
    4. Eu acho que a página (adm/colunista) tá forçando a barra. Claro que o impeachment foi irregular, não havia crime. Na minha humilde opinião, o problema não foi o impeachment em si, mas o substituto, inelegível, diga-se, de extrema incompetência pra sanar uma crise política e financeira. Dizer que vai se expandir pra todo território, não creio, aqui em sp, alckimin bate em estudantes por muitooo menos, o governo richa já demonstrou saber o manuseio de bombas como poucos.. mas, eu, ainda que com uma ideia progressista, vou alertar que os estados não quebraram nesse período temer. Não. Não houve intervenção federal em nem um dos governos do pt, e não vai haver agora. Tudo está de pernas p o ar, já há um tempo considerável. A fiesp é um câncer, sempre foi. Sempre será. Não há como esperar soluções advindas do stf, que tem no histórico defesas ao não contitucional. Este último, a carta magna, parece fábula de esopo, bonitinha na escrita, na teoria, na prática nunca funcionou. A solução, se o país aguentar até 2018, orientar se possível, não fazer merda ba hora de eleger o CONGRESSO, pq td mundo fica, ain a dilma isso, o temer isso, o lula aquilo, e o congresso totalmente isento da sanha popular, caga e senta em cima. E estão pouco se fodendo pra mim, ou vc, ou meu comentário, ou o seu...

      Excluir
    5. E para constar, Collor foi absolvido pelo STF!
      E cabe lembrar, que a pá de cal para o impedimento de Collor à época foi a denúncia de seu próprio irmão Pedro Collor...Contra Dilma nadica de nada.

      Excluir
  2. Não concordo com o primeiro e início do sétimo parágrafo. Se os policiais estão dizendo que o salário está há 7 anos sem aumento real e há 3 anos sem correção inflacionária, então isso não começou no atual governo... quem estava governando antes? O que aconteceu é que toda bexiga quando vai se enchendo de ar, em determinado momento estoura. Os problemas se arrastaram até agora, e acabou estourando neste momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Governadores do Espírito Santo:
      Paulo César Hartung Gomes PSB
      1º de janeiro de 2003 1º de janeiro de 2007
      Paulo César Hartung Gomes PMDB
      1º de janeiro de 2007 1º de janeiro de 2011
      Renato Casagrande PSB
      1º de janeiro de 2011 1º de janeiro de 2015
      Paulo César Hartung Gomes PMDB Paulo
      1º de janeiro de 2015 Atual governador

      Prefeito de Vitória:
      Luciano Rezende PPS
      1º de janeiro de 2013 Atual

      Não concorda ou não quer concordar?

      Excluir
    2. Paulo Hartung, atual governador, esteve por dois mandatos antes de eleger o seu sucessor, Renato Casagrande, que foi o seu concorrente derrotado na última eleição.

      Excluir
    3. 3 anos sem correção inflacionária significa desde 2014.
      Ficar um ano sem correção inflacionária é o normal.
      Ou seja, a correção deveria ter sido feita, dentro da normalidade, em 2015. Mas não foi.
      Quem era o governador? O mesmo Paulo Hartung que governa hoje.
      E por que só estourou agora? Porque as regras do jogo democrático foram quebradas no Brasil, no ano passado, num golpe liderado pelos partidos dos atuais governador, vice-governador e senadores do Estado do Espírito Santo.

      Excluir
    4. https://www.facebook.com/jaqueamidianaomostra/photos/a.522184387872316.1073741828.522147424542679/1348778991879514/?type=3&theater

      Excluir
    5. Quem governava o estado do ES há 7 anos?

      Excluir
    6. PSB Paulo Hartung 01/01/2003 01/01/2007
      PMDB Paulo Hartung 01/012007 01/01/2011
      PSB Renato Casagrande 01/01/2011 01/01/2015
      PMDB Paulo Hartung 01/01/2015 atualmente

      Excluir
    7. De 1999 à 2017, o estado do Espírito Santo foi governado pelos partidos: PSDB e PMDB alternadamente...

      Excluir
    8. Ainda assim tentam colocar a culpa em Dilma e Lula, acho que o Brasil vai tomar um rumo certo quando esses alienados pararem de assistir a Globo.

      Excluir
    9. coxinha burro é foda

      Excluir
  3. E assim fazemos a lição de casa determinada pelo Tio Sam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Mas o problema é da "esquerda"(que é como os rea
      as ue analfas politicos chamam qualquer um que lute por uma sociedade igualitaria)desde que o Tio Sam criou a paranóia anticomunista antes mesmo ds IIGuerra, mas acentuada no pós guerra, para o "quintal"(America Latina).

      Excluir
  4. Esmiuçou hein nobre,usou palavras certas para momentos certos,isso é uma grande realidade, apesar da crise que o nosso país está atravessando, existe uma saída, DEUS,só Ele segura esse país...

    ResponderExcluir
  5. A resistência presunçosa dos midiotas em entender o que está acontecendo no país e analisar o contexto, a partir de pesquisa e conhecimentos que não estejam comprometidos com a grande imprensa no país,contribui e impossibilita a nação a sair do caos em que se encontra,além de agravar a situação, perigosamente. Pior cego é aquele que não quer ver, diz a sabedoria popular!

    ResponderExcluir
  6. A situação é grave percebe se claramente logo no futuro próximo vamos entrar numa terrível crise.

    ResponderExcluir
  7. O Brasil não tem projeto desde sua colonização sempre foi saqueado e sempre teve golpe, a Proclamação da República foi golpe, o Estado Novo de Getúlio, a Ditadura Militar etc. Lembrando para que defende ditadura, este tipo de governo é temporário e inconstitucional, os governos civis estão no poder desde 1985, PMDB partido de oportunistas, PSDB e PT, também se revezaram no poder, fizeram algumas coisas boas como controle de inflação, crescimento econômico, oportunidade para pessoas mais pobres poderem estudar, porém não conseguiram interferir no poder da mídia que burrifica as pessoas, as religiões que ganham milhões sem pagar imposto e os fiéis morrem de medo de ir para o inferno,não existe planejamento familiar, educação horrível, políticos incompetentes e ladrões, justiça lenta, riquezas mal distribuídas e mal gerenciadas, governos ausentes em políticas públicas, pessoas individualistas, muitos partidos, falta de um projeto para o país, estados e municípios endividados, governantes despreparados como gestores, são bons de oratória e de discurso político em certos casos, marketing muito efetivo para elegê-los, o que podemos esperar deste país, todos temos nossa parcela de culpa, e desprezo pela grande mudança que seria a Educação e uma revolução cultural, mas isto está longe, estamos mais perto da barbárie, num país rico como o nosso

    ResponderExcluir
  8. Realmente esse problema no ES não é de agora, pegando a lista de governadores temos, desde 1999:

    PSDB, PSB, PMDB, PSB e por último, PMDB...

    ResponderExcluir
  9. Gostaria de saber até quando vamos viver este horror com as mãos atadas. Já esta na hora de reduzir os partidos,só assim saberemos quais estão lesando nosso país. Tem siglas demais, nos que pouco entendamos de politica só prestamos atenção nisto. É por ai que o dinheiro se espalha e só aparece o partido culpado. Fico indignada com isso.

    ResponderExcluir
  10. Pelo que vem sendo mostrado em alguns canais sociais por pessoas que mostram conhecimento de causa e sabendo quem é Michel Temer e a quem representa e que jamais, nem de longe, seria presidente da república, deduz-se que estão deixando desabar para tentar um golpe marginalizando o povo no voto e construir uma ditadura disfarçada e entregar o país ao capital estrangeiro e escravizar o povo nativo. As medidas tomadas através de leis e ações através dos ministérios e avalizadas pelo presidente e pelo congresso estão perfeitamente apontando para isso.
    Devemos salientar que o que vem sendo demonstrado nos poderes da união é que o país foi tomado por bandidos através desses poderes e as organizações civis e sindicatos desapareceram.

    ResponderExcluir
  11. O circo pegou fogo a polícia deu sinal acorda acorda a bandeira nacional!
    Só me pergunto todos os dias cadê o povo da camisa amarela que não está falando absolutamente nada desse caos no país! Querendo entender onde tudo isso vai parar? Esse presidente ñ me representa.

    ResponderExcluir
  12. ...existe uma coisa muito certa, aliás DUAS na tal da política, 1º nenhum presta, FATO# e 2ª cada povo leva a chibatada pelo carrasco que escolhe, a maioria o escolheu, agora é aguentar, lembrando que fazem APENAS 27 dias que ele começou a bater, ainda falta 3 anos, 11 meses e 4 dias pra SURRA TERMINAR.

    ResponderExcluir
  13. A Síria esta mais segura!
    #partiu_Síria.

    ResponderExcluir

Web Analytics