domingo, 23 de outubro de 2016

Jornalistas da Folha se superam no ridículo em entrevista com Maluf

Nilson Lage

Tribunos assalariados que, sem nenhum pudor, põem a cara a tapa argumentando ferozmente com o entrevistado em defesa da causa do patrão que assumem como sua.

Exigem, os dois, do entrevistado que diga o que querem que diga; não sabem explorar o ângulo jornalístico (pois, inesperado, inédito, surpreendente) das afirmações dele. Pelo contrário, se ofendem; discutem, querem que se retrate; liberam adrenalina como numa disputa de botequim.

Jornalismo é o que isso não é. Soa falso. Fede..

A profissão, assim, se torna irrelevante, substituível, indefensável.

Comparado com eles, pode-se afirmar, Maluf, além de ter razão no que diz, é mais autêntico e, pois, mais honesto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics